Gente do MPD que fala, edição de 18/02/2016 Gente do MPD que fala, edição de 18/02/2016


O entendimento do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, o ministro aposentado Carlos Ayres Britto, de que a delação premiada deve ser utilizada como instrumento auxiliar, e não central, de uma investigação foi um dos temas pautados no Gente do MPD que Fala. O advogado previdenciário Dávio Antonio Prado Zarzana participou da edição de quinta, 18, e também comentou a suspensão do depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de sua mulher, Marisa Letícia, à Justiça. Apresentado pelo jornalista Zancopé Simões, o programa é transmitido sempre ao vivo nas tardes de quinta, das 12h às 13h, pelas rádios Trianon (São Paulo - AM 740) e Universal (Santos/SP AM 810) e pela All TV. Para interagir, o ouvinte pode enviar perguntas e comentários por telefone (11) 5052-6622 ou via WhatsApp (11) 97401-2235. Assista abaixo a integra desta edição.

Categorias