À Radio Justiça, integrante do MPD aborda desdobramentos de estupro coletivo À Radio Justiça, integrante do MPD aborda desdobramentos de estupro coletivo



À Radio Justiça, integrante do MPD aborda desdobramentos de estupro coletivo

Em entrevista ao programa Repercussão Geral, da Rádio Justiça, a integrante do MPD, Fabíola Sucasas, afirmou que o estupro coletivo ocorrido no Rio de Janeiro é um crime bárbaro que representa um fenômeno muito frequente na sociedade. “Há muito tempo é preciso enfrentar esse tipo de violência, não só sexual, mas todo o tipo de violência contra a mulher. Apesar de termos a Lei Maria da Penha, que completa dez anos, nós sabemos que todos os delitos que envolvem violência contra a mulher são delitos subnotificados”. A promotora de Justiça, integrante do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (GEVID), declarou também que este caso emblemático traz à tona uma série de questões que não se resumem ao enfrentamento do problema por parte da Justiça, como o acolhimento das vítimas, o tratamento aos agressores e o ambiente familiar – onde ocorre maior parte dos casos.

Clique abaixo e ouça a entrevista.

Repercussão Geral com Fabíola Sucasas

Clique aqui e ouça a entrevista no site da Rádio Justiça.

Categorias